©  2017 todos os direitos reservados para Dra. Gisela B. Rosa

  • White Facebook Icon
  • White Instagram Icon

Rua Lauro Linhares, 1849 - Sala 401 - Trindade, Florianópolis.

Tel: 048-3234-1712

Cirurgia Avançada

A especialidade

Quando um dente se perde por extração ou traumatismo, e não é colocado o implante logo após, ou no máximo em seis meses, o osso que sustentava o dente vai sendo reabsorvido.

As perdas ósseas provocadas por perdas dentárias devido a fratura de raíz, traumas, infecções dentárias crônicas, doença periodontal, geram defeitos ósseos , que quanto mais antigos, maiores ficam.

 

Quando a quantidade de osso não é suficiente para a colocação do implante, lançamos mão das cirurgias avançadas com a finalidade de reconstruir esse tecido ósseo perdido.

Faça seu agendamento.

Para pequenas perdas ósseas, em formato de cavidades, utilizamos enxertos ósseos por RTG, técnica de regeneração óssea guiada com o preenchimento do defeito ósseo, com osso autógeno (do próprio indivíduo) ou substitutos, que podem ser osso bovino liofilizado, vidro bioativo, carbonato de cálcio - TCP e HA (hidroxiapatita), ou combinação de vários, recoberto por uma barreira (membrana de colágeno ou cortical óssea liofilizada) que impede o crescimento de tecido mole, permitindo a formação de tecido ósseo.


Na perda de altura óssea na região dos dentes superiores, posteriores, (molares e pré-molares) podemos ocupar parte da cavidade natural do seio maxilar, com técnicas de elevação da membrana do soalho e preenchimento pelo sistema RTG. Em muitos casos conseguimos elevar a membrana do seio maxilar, colocar os implantes e fazer o enxerto ósseo no mesmo momento cirúrgico.
Na falta de espessura óssea são utilizados blocos ósseos removidos de regiões intra ou extra-bucais, ou de substitutos ósseos.
Existem também técnicas com implantes inclinados ou zigomáticos, que podem em alguns casos substituir os enxertos ósseos autógenos.


Sempre preocupados com mais conforto e bem estar do nosso paciente,prescrevemosmedicações homeopáticas a partir dos  três dias que antecedem o procedimento cirúrgico. Com isto favorecemos o processo de regeneração óssea, a diminuição de sangramento e inchaço pós cirúrgico. Empregamos também : medicação analgésica, antiinflamatória, antibióticos necessários em cada caso. Em todos os preocedimentos orientamos nosso pacientes a respeito de cuidados pré e pós operatórios, para uma rápida e tranqüila recuperação.

 

Dra. Gisela M. Brizolara da Rosa

CRO: SC-2436

atenta clinica de odontologia sistêmica